Projeto “Crotalária Juncea, saúde e meio ambiente contra a dengue”

O projeto: Crotalária Juncea, saúde e meio ambiente contra a dengue, tem como objetivo:

Mobilizar, conscientizar, plantar as sementes, doar mudas, envolvendo escolas municipais, particulares, estaduais, entidades e bairros. O plantio das sementes e mudas será feito por coletivos educadores, vigilância e saúde (combate a dengue) e sociedade.

O projeto já deu o primeiro passo com abertura no dia mundial da água (22 de março) na escola municipal “Telma Pessato”, com a presença do secretário da saúde Edson Souza, Secretário de Meio Ambiente Aparecido Fabrini, secretário de educação Edgard Virgilino, secretário de vigilância e saúde natalino e as gestoras de educação ambiental e professoras Ilda e Marta junto com alunos do 5º ano, professoras, orientadora e demais pessoas presentes que participaram da abertura do projeto, aprendendo a importância da planta crotolária no meio ambiente.

A gestora de educação ambiental Ilda, explicou que a libélulas colocam seus ovos em água limpa e, como os mosquitos da dengue, destes ovos originam as larvas que se alimentam das larvas do aedes. Além disso, o inseto, na fase adulta também se alimenta do transmissor da dengue.

O secretário de saúde Edson de Souza também alertou os alunos, professoras e demais pessoas presentes que a melhor precaução ainda é a conscientização das pessoas e os cuidados básicos em nossos quintais, datas, caixa de água, vasos de flores, lixos acumulados, limpeza frequente das calhas do telhado etc..

Alunos e professores conscientizaram que a planta atrai a libélulas, que, “por natureza”, combate o aedes aegypti, transmissor da dengue.

Alguns alunos deram testemunho que já tiveram dengue, como também seus pais, parentes e amigos e não foi fácil conviver com esta doença que quase os levaram a morte.

Após a explicação da planta crotolária, secretários e gestores ensinaram os alunos como plantar a semente crotolária usando copos descartáveis usados e doando mudas da mesma para levarem para suas casas e doar sementes aos vizinhos.

As gestoras Ilda e Marta entregaram as mudas de crotolária em: prefeituras, escolas municipais, particulares, estaduais, na radia, posto de saúde, secretarias e outros locais.

Lembrando:

A planta crotalária, gosta de sol pleno e está sendo plantada em avenidas, praça escolas, datas vazias e outros ambientes. Após 90 dias soltas suas flores exalando uma substância que perfumam ambientes, repelem insetos como Aedes Aegypti.

Após seu período de vida que varia de 8 a 10 meses, vai dar várias sementes, fazendo com que ela se multiplique. As mudas estão sendo produzidas no viveiro municipal de Altônia. Na semana do meio ambiente faremos um dia “D” para ampla divulgação dessa nova arma contra a dengue, onde vamos orientar a população altoniense como adquirir sementes e mudas.

O projeto será realizado durante o ano todo, pois a doença não tem prazo de validade, pois é uma ação constante e monitorada por todos envolvidos nesse plano de trabalho.

Toda equipe, espera que até a conclusão deste tenhamos conseguido que diminua a incidência de dengue no município com ajuda da população.

Observação: quem desejar sementes ou mudas da planta crotalária entre em contato com o centro de educação ambiental de Altônia (bosque de caminhada) Jardim Campo Belo.

SAM_1948-427x320

SAM_1941-427x320

SAM_1940-427x320

SAM_1929-427x320

SAM_2044-427x320

SAM_2027-427x320

SAM_2019-427x320

SAM_2010-427x320

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *